Vamos divulgar a APPDH
RSTP - dia 5 de março às 18h, uma conversa sobre a Drepanocitose (Anemia das Células Falciformes)

RSTP - dia 5 de março às 18h, uma conversa sobre a Drepanocitose (Anemia das Células Falciformes)

Partilhe esta notícia, escolha a sua rede social!

Não perca mais uma edição do Perguntas Incómodas.
Tema: Drepanocitose, Anemia de Células Falciformes.

Existe um preconceito em Portugal de que a Drepanocitose e a Talassemia são doenças de negros.

A Drepanocitose é uma doença do glóbulo vermelhos, de origem genética e hereditária, não contagiosa e que pode ser transmitida aos filhos quando ambos os pais são portadores.

Quais os principais problemas da Drepanocitose?
Porque é que os glóbulos vermelhos são em firma de foice?
Esta doença tem cura?
Uma mulher com essa doença pode ter filhos?
Porque razão os doentes têm tantas dores?
Que fatores podem despoletar uma crise dolorosa?
Como se combate a dor?
Como é que a doença afeta física e psicologicamente os doentes?
Devem os doentes e a família ter apoio psicológico?
Os doentes têm um sentimento de culpa por serem a causa do sofrimento das pessoas que mais amam?
Faz sentido haver uma unidade de dia para onde os doentes possam ir antes de ter uma crise?

Nessa edição Solange Salvaterra Pinto vai estar à conversa com Celdidy Monteiro médica no Hospital Dr. Aires de Menezes, Belquiri Mascarenhas drepanocítica, Alex Lopes Ferreira Nunes drepanocítico, Paula Gonçalo Senga, mãe e cuidadora e Teresa Ferreira médica pediatra na CUF de Miraflores

Sábado 5 de Março às 18h de ST e PT.